Prefeito Manoel da Lenha visita terreno do futuro ginásio de esportes no Jardim Farias

0

Terreno já foi registrado em cartório

O prefeito Manoel da Lenha em companhia do engenheiro Saulo Burity (Ex-vice prefeito), secretário de finanças, Pierre Jan, secretário adjunto de infraestrutura, Diego Reis, e auxiliares, estiveram  inspecionando o prédio da escola Corina de Azevedo Barbosa e o terreno onde será construído o mais novo ginásio esportivo de Ingá.

O prefeito acompanhou as medições e debateu sugestões quanto a melhor localização do ginásio, que segue um modelo padrão.

240920134516

Na ocasião, o prefeito respondeu algumas indagações sobre o projeto.

Prefeito, qual o objeto desta visita?

– Nós estamos aqui ao lado do engenheiro Saulo Burity para verificar pessoalmente as condições do terreno e do prédio da escola que passará por reformas e construção.

 Por que a escolha da escola localizada no bairro do Jardim Farias?

Veja bem, poderia ser em qualquer escola do município, mas tomei a decisão em construir no Jardim Farias por que é preciso inverter está coisa de só se investir em obra do município na parte da cidade da ponte pra cima. Decidi também  quea construção do prédio da UPA será aqui no Jardim Farias. Da ponte prá cima já temos três quadras de esportes, portanto, temos que dá prioridade a investimentos na parte da cidade localizada da ponte para baixo, que está desassistida.

Quanto aos recursos, a prefeitura tem condições de construir?

 Os recursos são do governo federal e já estão disponíveis em conta da Caixa Econômica e Banco do Brasil há quase dois anos, sendo que a gestão anterior não tomou providências em legalizar um terreno público, conforme exigência do governo federal para executar a obra, que corria o risco do dinheiro voltar se a prefeitura não cumprisse com a contrapartida de disponibilizar um terreno devidamente escriturado.

O terreno foi legalizado?

Sim, há três meses que corro atrás disso. Não havia escritura do terreno público onde está localizado a escola do Jardim Farias. Dei várias viagens a João Pessoa e fiz contatos com a família Rangel no sentido de legalizar a doação do terreno. Graças a compreensão da senhora Nita Rangel, filha do Dr. Rômulo, a quem agradeço publicamente em nome do povo de Ingá, que possibilitou a escrituração do terreno que já fiz no cartório de registro de imóveis . Além do terreno que media 40 x 40 m, Dona Nita Rangel doou mais 15 metros para a viabilizar a construção da quadra de esportes. O terreno agora está registrado oficialmente e mede 55 x 50 metros. Sem o registro do terreno perderíamos a verba.

Quando começa a obra?

O quanto antes. Semana que vem iremos inciar o processo licitatório. Espero que em outubro ou novembro a empreiteira vencedora possa iniciar a obra. Estamos ansiosos para seu início e mais ainda para entregar pronto a população ingaenses, sobretudo aos estudantes da rede municipal.

ASCOM- PMI

Compartilhe esta notícia!.

Comentários estão fechados.