Articuladores de Ingá participam de capacitação em busca do selo UNICEF

0

Foi realizado nesta quarta-feira (27/08), das 8:30h às 16:30h, o 3º Ciclo de Capacitação para os municípios inscritos no SELO UNICEF, onde estiveram presentes, representando o município de Ingá, Valdineide Gomes (Presidente do CMDCA), Any Giselle Ferreira de Araujo (Articuladora do SELO UNICEF), Aglaison e Luana (Representantes adolescentes).

No primeiro momento foram apresentadas as experiências exitosas dos municípios de Monteiro e Picuí.
Foi apresentado os vídeos da campanha “É da Nossa Conta” da Fundação Telefônica, onde foi abordado a questão do Trabalho Infantil. Sandra Santos, representante da Fundação, alavancou ainda a discussão do Sistema de Garantia de Direitos, dando ênfase a “Linha de Cuidado para Atenção Integral à Saúde de Crianças, Adolescentes e Famílias em Situação de Violência” que foi instituída em 2010.

Posteriormente, os adolescentes se dividiram em dois grupos para discutir a implementação do Núcleo de Cidadania do Adolescentes (NUCA), o mapeamento de riscos e oportunidades para o desenvolvimento e participação dos adolescentes e suas Competências para a Vida. Já os articuladores, conselheiros e gestores permaneceram juntos discutindo sobre estratégias para erradicação do trabalho infantil e o trabalho do adolescente aprendiz.
Em seguida todos se reuniram e socializaram as experiências vivenciadas nos grupos. Este foi o momento em que os adolescentes puderam se expressar. Aglailson, representante do nosso município fez uma dinâmica que falava sobre limitações, superação e força de vontade relacionando as possíveis conquistas e benefícios que o Selo UNICEF traria. O adolescente foi bastante aplaudido por todos.

Finalizando o evento, um adolescente cantou uma música composta por ele mesmo para o I Fórum Comunitário que contagiou todos que estavam no auditório.
A Fundação Telefônica em parceria com o Instituto Aliança e com a AVANTE- EDUCAÇÃO E MOBILIZAÇÃO SOCIAL, organizações de reconhecida atuação e sólido conhecimento no âmbito do aprimoramento de políticas sociais, apresentou a proposta para capacitar os municípios do semiárido sobre os temas do trabalho infantil e proteção do trabalhador adolescente. A primeira jornada desta capacitação está prevista para ocorrer em novembro deste ano, em Salvador/BA e em Fortaleza/ CE. A segunda etapa será em 2015.

A Capacitação foi avaliada de forma positiva pelos representantes que devem se reunir em breve com os secretários do município para discutir ideias da implementação das políticas públicas voltadas para crianças e adolescente e as estratégias para melhorar os indicadores do município.

ASCOM

Compartilhe esta notícia!.

Comentários estão fechados.

Acessibilidade